segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Todo mundo tem o direito de desabafar um pouco.


Eu não tenho culpa se o céu é azul. Eu não tenho culpa se não correspondo às expectativas dos meus pais e das pessoas ao meu redor. Eu não escolhi odiar a claridade ou ter tonturas do nada sempre que estou sobre forte estresse. Até queria ser alguém que todo mundo balançasse a cabeça afirmando ser um bom exemplo, mas eu não sou assim. Eu não posso me culpar por não conseguir alcançar os seus ideais, veja é a minha vida e não a sua. Eu não posso ser julgada pelas coisas que faço ou simplesmente por não adorar o seu deus como você gostaria. Eu não tenho maturidade o bastante pra lidar com algumas coisas. Eu não sou forte pra encarar coisas que já me mataram uma vez. Não posso me culpar por me sentir tão mal às vezes ou por não levar ao pé da letra os conselhos sobre a minha vida. Não dá pra sonhar os teus sonhos ou seguir o caminho que você acha que seguirei. Isso tudo já me machucou o bastante, não ser como você gostaria não me faz menos importante do que outra pessoa. Enquanto isso eu quero voltar para casa, deitar na cama e ver essa dor indo embora enquanto você ignora e finge que é apenas uma das crises de ansiedade e é exatamente por isso que não entende.Você nem existe.

2 comentários:

gwen mignot disse...

eeeeeeeeeeeeeei, para, para. vc é meu exeplo, pow! hahaha eu adoro vc, do jeitinho que é, lembre-se disso, tá? hahaha bjão bb ;D

betella's disse...

fez-me lembrar fernando pessoa.
Se te queres matar....
Mas não quero isso de você!